• PT
    • ES
    • UK
    • «- Brevemente
  • Facebook

Estado do Tempo


Tripadvisor

Links


Pagamento de Portagens Eletrónicas 

As principais entradas terrestres no Norte de Portugal são servidas por autoestradas, nomeadamente a A25 na Guarda, a partir da fronteira em Vilar Formoso, a A24 em Chaves, a partir da fronteira de Vila Verde da Raia, a A28 em Viana do Castelo e a A3, a partir da fronteira de Valença, e a A4, junto a Bragança.

Destas autoestradas, apenas a A3, concessionada à Brisa, apresenta um sistema de portagens tradicional, sendo que as restantes dispõem de um sistema de cobrança de portagem exclusivamente eletrónica. Um sistema totalmente automatizado sem intervenção humana no processo de cobrança, permitindo grandes vantagens ao nível da eficiência, comodidade e segurança.

Além destas, no nosso país temos as seguintes autoestradas equipadas exclusivamente com sistema MLFF: A8 (Variante Sul de Leiria), A13, A13-1, A17, A19, A22, A23, A29, A33, A41, A42, que estão previamente assinaladas com a referência "electronic toll only".

Os automobilistas que circulam com veículos de matrícula estrangeira podem facilmente utilizar as autoestradas nacionais em que a cobrança de portagens é exclusivamente eletrónica, dispondo de diversas soluções para o respetivo pagamento pela utilização destas vias, sendo importante a divulgação destas soluções de pagamento de portagem disponíveis.

Ao planear a sua estadia no nosso país os turistas podem consultar online, em www.portugaltoll.com, todas as informações e esclarecer dúvidas sobre os meios de pagamento de portagens eletrónicas nas autoestradas nacionais.

Para o pagamento das portagens exclusivamente eletrónicas, temos as seguintes soluções:

Dispositivos Via-T podem ser utilizados em Portugal

Os condutores que possuam dispositivos eletrónicos de pagamento de portagem Via-T (utilizado em Espanha) podem utilizá-lo para pagar as portagens portuguesas, resultado da forte aposta que tem sido desenvolvida na interoperabilidade dos sistemas de cobrança eletrónica de portagens de Portugal e Espanha.

A interoperabilidade permite que os dispositivos “Via T” utilizados no país vizinho possam ser usados sem qualquer necessidade de adaptação, utilizando o sistema da Via Verde, podendo por isso ser utilizados em todas as autoestradas nacionais com sistema tradicional de portagens ou com sistema exclusivamente eletrónico.

Easytoll é a solução preferida dos turistas estrangeiros

Depois da interoperabilidade, o sistema preferencial é o Easytoll. Uma solução bastante simples de utilizar que permite aos utilizadores de veículos de matrícula estrangeira (ligeiros e pesados) associar um cartão bancário à matrícula da sua viatura, sem alterar o seu percurso original ou sair do automóvel.

A adesão é cómoda, eficiente e segura, não só para o próprio cliente como para todos os que circulam na infraestrutura rodoviária.

No momento da adesão é emitido um talão comprovativo e o cliente fica habilitado para circular livremente, durante um período de 30 dias, em qualquer uma das autoestradas com cobrança de portagem exclusivamente eletrónica, sendo que o pagamento das taxas de portagem far-se-á por débito automático na sua conta bancária.

A adesão ao Easytoll é feita em praças próprias existentes nas principais entradas do país com autoestradas de sistema de cobrança de portagens exclusivamente eletrónico, mais concretamente na A28, adjacente área de serviço de Viana do Castelo, na A24, junto da fronteira de Vila Verde da Raia, na A25, adjacente à área de serviço de Alto Leomil, e na A22 junto da fronteira de Vila Real de Santo António.

Importa salientar que em todos os equipamentos das praças Easytoll existem dispositivos - canais interativos de voz - que têm como objetivo auxiliar e orientar os clientes no processo de adesão, “guiando-os” através de instruções, em quatro línguas distintas (português, inglês, castelhano e francês) que indicam, em cada um dos passos do processo de adesão, a ação que o cliente deve realizar.

O cliente dispõe ainda de um serviço de Call Center 24h/7.

Nos períodos de maior afluência, como a época da Páscoa e no mês de agosto, a Infraestruturas de Portugal coloca junto aos pontos de adesão do Easytoll colaboradores com o objetivo de prestar um maior auxilio, informação e esclarecimento sobre o processo de adesão e pagamento de portagem eletrónica.

TollCard – sistema pré-pago de valor fixo

O TollCard é uma solução que permite pagamento em numerário ou com cartão bancário, e tem a validade de um ano.

O condutor tem a possibilidade de adquirir um cartão previamente carregado (5, 10, 15 ou 20€) e após a aquisição procede à respetiva ativação através do envio de uma SMS com o código impresso no cartão e a matrícula da viatura, para que seja efetuada a associação.

Os saldos ativados serão consumidos em função da utilização e apenas poderá ser utilizado em portagens exclusivamente eletrónicas.

Este produto pode ser adquirido nas áreas de serviço das AE, nos aeroportos do Porto e Faro, no IKEA Matosinhos e nas estações e balcões CTT ou em www.tollcard.pt.

De referir que, no caso das autoestradas do Norte do País, este produto poderá ser adquirido em 3 áreas de serviço da A28 (Viana do Castelo, Vila do Conde e Matosinhos), em 3 áreas de serviço da A25 (Aveiro, Vouzela e Celorico da Beira) e em todas as áreas de serviço da A23 (Abrantes, Vila Velha de Rodão, Castelo Branco, Fundão e Guarda).

TollService – sistema pré-pago de valor fixo

O TollService é um título pré-pago para uma utilização mais definida:

       Título pré-pago de 3 dias, com o valor de 20€;

       Título pré-pago para origem e destino definidos, neste caso aos aeroportos do Porto (via A28 ou via A41) ou de Faro (via A22), e com datas pré-definidas.

Estes títulos poderão ser comprados online em www.tollcard.pt (ver outros produtos), nas áreas de serviço da A24 (Vidago, Vila Real, Castro Daire e Viseu), nos aeroportos do Porto e Faro e no IKEA de Matosinhos.

Via Verde Visitors

Os clientes com veículos de matrícula estrangeira poderão ainda alugar um Dispositivo Temporário da Via Verde, mediante um pagamento semanal de 6€ na primeira semana e 1,5€ nas semanas seguintes e o pagamento de uma caução (27,5€). O aluguer tem uma validade de 90dias.

O pagamento das taxas de portagem é feito diretamente por débito em conta e tem um consumo em função da utilização, sendo válido em toda a rede nacional de autoestradas, tanto com sistema tradicional de portagens como com sistema exclusivamente eletrónico.

Este produto poderá ser adquirido nas lojas Via Verde Portugal

 

As diferentes soluções de pagamento de portagem disponibilizadas pela Infraestruturas de Portugal permitem a todos os turistas que visitam Portugal, viajar nas nossas autoestradas com toda a comodidade e segurança, usufruindo ao máximo da sua estadia no nosso país.

Por fim, apenas salientar que apenas a solução com dispositivo eletrónico, seja Via-T ou Via Verde Visitors, permite a circulação em toda a rede de autoestradas, sendo que as restantes soluções servem apenas para pagamento de taxas de portagem em autoestradas com portagens exclusivamente eletrónicas. 

www.infraestruturasdeportugal.pt


Refer

 

www.refer.pt


Fins de Semana Gastronómicos 2012/2013

Programação dos Fins-de-Semana Gastronómicos, a realizar entre 23 Novembro de 2012 e 02 de Junho de 2013.O Turismo do Porto e Norte de Portugal, sugerindo a sofisticação de ambientes e atmosferas que decorrem fora dos limites do tempo, leva o Turista à descoberta de renovados encantos que primam pela singularidade e hospitalidade.

www.portoenorte.pt/gastronomia


Turismo de Portugal

Turismo de Portugal, I.P. Uma estratégia. Um compromisso. Uma organização para o desenvolvimento do turismo nacional.

turismodeportugal.pt


Turismo do Porto e Norte

O Turismo do Porto e Norte de Portugal, sugerindo a sofisticação de ambientes e atmosferas que decorrem fora dos limites do tempo, leva o Turista à descoberta de renovados encantos que primam pela singularidade e hospitalidade.

www.portoenorte.pt