Complexo Mineiro Romano de Tresminas

Vila Pouca de Aguiar
Descrição

O Complexo Mineiro Romano de Tresminas representa uma das mais importantes e mais bem preservadas explorações de ouro do Império Romano. A exploração em larga escala das jazidas auríferas foi despoletada pelo primeiro imperador romano, Augusto (27 a.C. – 14 d.C.), que introduziu a moeda de ouro – aureus – no sistema monetário vigente. Em Tresminas, como noutros lugares do Império, nada mais seria como dantes. Os séculos I e II d.C. foram de intensa atividade mineira, principalmente para exploração de ouro, mas também de outros minérios, como prata e chumbo. Conduzida pela mão romana representada pelos destacamentos militares, esta mina pública romana que abrangeria ainda a zona de Jales, concorreu com largas toneladas de ouro para o fornecimento do fiscus.

Dos trabalhos hercúleos concretizados em Tresminas resultou um conjunto monumental formado pelas cortas de extração mineira a céu aberto e por um interessante complexo de poços e galerias subterrâneas de apoio à mineração. Durante cerca de dezoito séculos, este património mineiro permaneceu bem preservado, o que motivou a sua classificação pelo potencial histórico-arqueológico como Imóvel de Interesse Público (1997) e, mais recentemente, a classificação de alguns componentes do sistema de abastecimento de água a esta zona mineira como Monumento de Interesse Público (2012).

Atualmente, os trilhos sinalizados no Complexo Mineiro Romano de Tresminas possibilitam a circulação pelas principais áreas da antiga mina e a fruição da vasta biodiversidade deste local: dos miradouros sobre as cortas mineiras observa-se o elevado desmonte de rocha com vista à extração do metal mais precioso; nas galerias subterrâneas, contacta-se diretamente com os ambientes mais peculiares desta área mineira.

Centro Interpretativo de Tresminas

Localizado no centro da aldeia de Tresminas, em estreita relação com a Igreja de São Miguel, o Centro Interpretativo conheceu uma recente requalificação, da qual resultou um núcleo museológico com conceito renovado mas com o mesmo objetivo: a compreensão da área mineira romana de Tresminas e a interpretação da paisagem resultante dos séculos de intensa exploração aurífera nesta região.

Com um espírito eclético e permeável com o meio envolvente, o Centro Interpretativo é composto por dois espaços construídos – a antiga residência paroquial, de arquitetura tradicional, e um módulo de linhas contemporâneas, inspirado na herança romana de Tresminas -, com áreas expositivas claramente subsidiárias das características de cada edifício. Complementarmente, integra um espaço exterior, propício à experimentação e ao contacto com a tecnologia aplicada em época romana para máximo aproveitamento do ouro, designadamente os moinhos de trituração e pulverização da rocha mineralizada.

Descobrir, explorar, experimentar são palavras-chave no Centro Interpretativo de Tresminas, que se pretende seja basilar para a valorização turística deste conjunto monumental do concelho de Vila Pouca de Aguiar, cujas características ímpares o destacam quer na esfera nacional quer a nível internacional.



Equipamentos

Bar/ cafetaria

Loja de produtos regionais

Auditório

Anfiteatro ao ar livre


Local: Vila Pouca de Aguiar
Monte Carlo AL

Monte Carlo AL

Unidade de alojamento local localizada junto à EN2, ao Km 31, à entrada da Vila Termal de Pedras...
Mais informação
As Três Manas

As Três Manas

RNAL REG. Nº 70112/ALA Casa Tres Manas é uma unidade de Alojamento Local muito conveniente para...
Mais informação
Cozinha Regional Tasca do Chico

Cozinha Regional Tasca do Chico

Cozinha regional Tasca do Chico - O proprietário desta taberna rústica é um experiente guarda...
Mais informação
Cozinha Regional Casa de Telões

Cozinha Regional Casa de Telões

Cozinha regional Casa de Telões - Resultante da requalificação de uma requintada casa agrícola...
Mais informação
Comentários Não existem comentários dos nossos visitantes. Seja o primeiro a comentar.
Avaliar: Faça a sua avaliação